A tradicional encenação da Paixão de Cristo pelo Grupo Lanteri nas sextas-feiras Santas na Pedreira Paulo Leminski, interditará o movimento de veículos na região do entorno da pedreira neste dia 14 de abril. Desta forma, todas as linhas que passam em frente à pedreira e Ópera de Arame estarão sujeitas a desvio de itinerário. O evento iniciará às 19h, mas a chegada dos espectadores começará no meio da tarde.

Segundo a URBS, as linhas circularão pelo seu trajeto original até a fiscalização de trânsito fazer as respectivas interdições no tráfego local. Com o tráfego suspenso na rua João Gava, os ônibus das linhas Interbairros II, Mateus Leme e Linha Turismo serão desviadas para as ruas Mateus Leme e Nilo Peçanha, conforme disposto nos mapas abaixo.

INTERBAIRROS II (Sentidos Horário e Anti-horário)

A linha Interbairros II no sentido Horário desviará a rua João Gava pelas ruas Nilo Peçanha, Evaldo Wendler e Mateus Leme. Na rua Mateus Leme, esquina com a rua Prof. Nilo Brandão a linha retorna ao seu trajeto original.
Já no sentido anti-horário, o caminho segue-se inverso, com desvio pelas ruas Mateus Leme, Evaldo Wendler e Nilo Peçanha. Ao final da rua Nilo Peçanha, a linha retorna ao seu itinerário.

LINHA TURISMO

Com a interdição, a Linha Turimo também será afetada e terá seu itinerário desviado na região, deixando de passar pelo ponto turístico da Pedreira Paulo Leminski e Ópera de Arame. O desvio desta linha ocorrerá da seguinte forma: ao invés de entrar na rua Evaldo Wendler, Mateus Leme e João Gava, a linha continuará na rua Nilo Peçanha até o seu final. De lá seguirá normalmente seu trajeto para o próximo ponto turístico da região, o Parque Tanguá.

 

MATEUS LEME

A linha convencional Mateus Leme também terá seu itinerário desviado. No sentido centro/bairro, linha que segue pela rua de mesmo nome, ao invés de entrar na rua João Gava e acessar a rua Antônio Krainiski, ela continuará na Mateus Leme até entrar na rua Padre Joaquim José Goral e Aldo Ribeiro. A partir dali, ela segue seu trajeto original pela rua Benedito Correia de Freitas. No sentido inverso, a linha segue pelo mesmo desvio.

 

O evento

Na Sexta-feira Santa (14), às 19h, em Curitiba/PR, o Grupo Lanteri realiza a 39ª edição da peça “Vida, Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo”.

Cultura e arte, combinação que em 39 anos consecutivos já atraiu mais de 500 mil expectadores. Encenada pelo Grupo Lanteri, que se consagrou como um dos maiores do Brasil, a peça conta com cerca de 1.200 pessoas (800 voluntários) envolvidas e reúne um público fiel da capital paranaense e também de outras cidades. A apresentação traz passagens marcantes, narrando desde a criação e o nascimento de Jesus até sua morte e ressurreição.

Novidades – A apresentação deste ano contará com quatro novos palcos e ainda inúmeras novidades tecnológicas. A iluminação, por exemplo, vai diferenciar os cenários de acordo com as diversas passagens da vida de Jesus Cristo. Toneladas de equipamentos de som, cenográficos e efeitos especiais também serão utilizados para a montagem dos cenários.

A produção do espetáculo “Vida, Paixão e Morte de Jesus Cristo”, tem o apoio do Ministério da Cultura e também conta com patrocínio da Copel.

 

Espetáculo “Vida, Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo”

Data: 14 de abril de 2017
Horário: 19h
Local: Pedreira Paulo Leminski
Endereço: Rua João Gava, s/nº Pilarzinho
Ônibus: saídas da Pça. Tiradentes, a partir das 15h45. O retorno será logo após o término do espetáculo.
Entrada: A entrada  é gratuita, porém pedimos 1kg de alimento não perecível. Todos os itens arrecadados são enviados para entidades assistenciais por meio da FAS – Fundação de Ação Social de Curitiba.

 

Fonte: Urbs e Grupo Lanteri

About The Author

Fundador do Site Ônibus de Curitiba. Admirador de ônibus e modais de transporte desde sempre. Para Diego tudo podia virar ônibus, desde brinquedos, bicicletas, vídeo-games de corrida e até mesmo carros. Quem nunca brincou de fazer linha com algum desses itens? Pois é, Diego sempre fez. Também é fã de tecnologia e gosta de conciliar ambos os gostos, mas nem por isso deixa de encantar-se com modelos clássicos, que não eram dotados de tanta tecnologia assim.

Related Posts

Pular para a barra de ferramentas