Na semana passada, a COMEC emitiu uma nota informando que a Linha Direta 208-Aeroporto terá seu itinerário reduzido a partir do dia 10 de abril (próxima segunda-feira), deixando de partir do Centro Cívico em Curitiba e passará a fazer partida no Terminal do Boqueirão, bairro divisa com o munícipio de São José dos Pinhais, onde o Aeroporto Afonso Pena se situa.
Desta maneira, os únicos pontos da Linha Direta serão os Terminais do Boqueirão e Central de São José e Aeroporto Afonso Pena. Seu nome também será alterado para E32-Aeroporto/Terminal Boqueirão.

Até o dia 09 a linha operará pela sua rota atual, partindo do Centro Cívico e passando pelas seguintes paradas: Prefeitura, Círculo Militar, Rodoferroviária, Paiol, PUC, Salgado Filho e Aeroporto.

Hora da verdade – Opinião

Preciso dizer brevemente a respeito de minha experiência com essa linha. No último ano fiz duas viagens e utilizei a linha nas duas vezes para me deslocar ao Aeroporto Afonso Pena.

Da primeira vez, o perdi em uma de suas partidas no Centro Cívico, então esperei por 29 minutos e por “sorte” cheguei no Aeroporto 1 minuto antes do fechamento do embarque. Baita história de filme de Hollywood, diga-se. Mas vamos ao que interessa, sempre me perguntei: “porque não temos mais opções de transporte público partindo de Curitiba para o Aeroporto Afonso Pena?”
Afinal, quer queira ou não, o transporte coletivo ainda é a maneira mais barata para se deslocar até lá e de lá para cá. Pagar por um taxi ou mesmo utilizar serviços particulares como Uber ou Cabify não é uma boa opção, pois o valor não é convidativo. E a linha Aeroporto Executivo operada pela Auto Viação São José dos Pinhais não é a melhor opção por dois motivos: a viagem também é cara como taxi e ela faz muitas voltas pelo centro de Curitiba, com vários embarques e desembarques, o que a torna demorada, mesmo que mais confortável que um ônibus Linha Direta.

Evidentemente a linha em seu estado atual não tem grande demanda, mas ainda assim não justificaria uma alteração tão absurda como esta que irá ocorrer. Eu, em meu ponto de vista, acredito que o ideal seria aumentar a oferta no deslocamento para o Aeroporto ao invés de enxugá-la. Vejo essa medida como dar os usuários de bandeja ao Uber e Cabify. Pois eu, por exemplo, não vou me deslocar até o Boqueirão para pegar o ônibus com destino ao Aeroporto. Até li em algum comentário a respeito desta mudança, alguém que falou: “difícil será ver pessoas com bagagens andando no Expresso Boqueirão, por exemplo”.
Na minha última viagem, me vi obrigado a ir ao Aeroporto utilizando o Uber porque eram 5 horas da manhã e a essa hora não tinha horários disponíveis da linha.

Além de mim e muitos outros viajantes ocasionais que por ventura utilizam a linha, outras pessoas ficarão desasistidas desta opção, como funcionários que trabalham no Aeroporto e moram na região central ou mais ao norte de Curitiba. Turistas também perdem uma opção rápida de chegar na região central de Curitiba e se deslocar para o seu destino na cidade utilizando o transporte coletivo, como é possível fazer em qualquer parte do mundo.
Acho fascinante utilizar o transporte público nas cidades que visito, seja no Brasil ou fora. Infelizmente minha própria cidade está aos poucos condenando o transporte coletivo, tornando-o cada vez menos atrativo e difícil de usar.

Um dia iremos pensar nostálgicos: “como era bom pegar uma Linha de ônibus que partia direto do centro de Curitiba e ia até dentro do Aeroporto”. Pois é! Bons tempos aqueles quando Curitiba ainda era a cidade modelo de transporte público e motivo de orgulho.

Falsa Integração

Um dos argumentos de quem defende essa mudança é que agora há maior integração da linha, especialmente com a região sul de Curitiba. Mas isso é insignificante perto de uma linha que parte do Centro Cívico, em uma estação que faz integração com linhas da região norte, com Inter 2 e Interbairros I. Também passa pelo centro e oferece integração com outras Linhas Diretas de várias regiões, além de permitir que usuários de vários pontos da cidade possam encontrar a linha no centro da capital. Sem contar que ela ainda atende uma boa demanda da PUC, no Prado Velho. Se não bastasse isso, a última parada, na estação Salgado Filho, conta novamente com integração com a linha Inter 2 e a própria estação encontra-se a 5 minutos do Terminal do Hauer e este a 10 minutos do Terminal do Boqueirão.

Ideias mortas

No último mês, nossa equipe do Ônibus de Curitiba se reuniu para discutir diversos temas, entre eles estava a Linha Direta Aeroporto. Puxando pela minha experiência com a linha, citei que a volta que ela faz na região da Rodoferroviária é absurda. Perde-se 10 minutos ou mais (dependendo do trânsito no momento) só naquele trecho. Foi com essa dificuldade que, juntos, pensamos que a melhor alternativa para a região como um todo seria criar um mini terminal de integração na Rodoferroviária, integrando as linhas Expresso com as Linhas Diretas e, obviamente, facilitando o acesso à porta de saída da cidade.

Além disso, o itinerário da linha Aeroporto seria otimizado, fazendo com que ganhasse mais agilidade e formasse uma ligação eficiente entre Rodoferroviária e Aeroporto Afonso Pena. Porém, estamos em um momento onde estamos simplesmente tirando tudo o que aparentemente está pesando no sistema, deixando-o cada vez mais fraco, obsoleto e incapaz de evoluir e voltar a atrair a população e, consequentemente, aumentar a arrecadação.

Como sempre dizemos, a tarifa aumenta e o usuário se afasta. Com o usuário se afastando, a tarifa aumenta ainda mais. E só isso acontece. Medidas radicais para tentar salvar o transporte coletivo não serão vistas por aqui, lamentavelmente.

Precisamos repensar nosso Transporte Coletivo urgentemente. No último sábado acordei e a primeira coisa que me veio à cabeça foi: “Será que o transporte coletivo de Curitiba chega vivo até 2017?” Pois é, fica a pergunta. O que você acha?

Enquete

O que você acha a respeito desta alteração na Linha Direta Aeroporto?

  • Péssima (89%, 80 Votes)
  • Excelente (7%, 6 Votes)
  • Tanto faz (4%, 4 Votes)

Total Voters: 90

Carregando ... Carregando ...

About The Author

Fundador do Site Ônibus de Curitiba. Admirador de ônibus e modais de transporte desde sempre. Para Diego tudo podia virar ônibus, desde brinquedos, bicicletas, vídeo-games de corrida e até mesmo carros. Quem nunca brincou de fazer linha com algum desses itens? Pois é, Diego sempre fez. Também é fã de tecnologia e gosta de conciliar ambos os gostos, mas nem por isso deixa de encantar-se com modelos clássicos, que não eram dotados de tanta tecnologia assim.

Related Posts

  • Jonas De Almeida Cabral Neto

    E mais uma vez São José dos Pinhais sendo prejudicada por mudanças que não levam a nada, a linha Aeroporto não foi feita para o povo da cidade e sim, para as pessoas que saem do Aeroporto e precisam ir ao centro de Curitiba, como vc mesmo citou, o táxi, o Aeroporto Executivo ou mesmo o Uber e Cabify ainda não compensam pelo valor alto da viagem. E quem mais vai sofrer com isso? É a linha Boqueirão/Centro Cívico que sempre anda lotado por levar os passageiros da antiga Barreirinha/São José e aos domingos por levar os passageiros do Sítio Cercado. Mais uma péssima mudança da Comec

    • Jonas, você complementou com excelência o meu raciocínio no post. Esta era a proposta da linha, por isso ela é Linha Direta.
      E veja que com essa ausência da 208, a linha PUC/Rodoferroviária irá suprir parcialmente o trecho. Mas o que importava, que era a ligação com o próprio Aeroporto, acabou.
      Tá tudo errado!

  • Rafael Vidal

    Se realmente se importassem com os usuários, criariam um alimentador entre o Boqueirão e o Aeroporto para suprir a demanda da região sul, deixavam a atual linha como está e procurariam incentivar sua utilização. Um simples folder distribuído no aeroporto, hotéis da região central e pontos turísticos da cidade com os horários, valor da tarifa, pontos de parada (mostrando os pontos de referências, locais de interesse e etc), além de uma divulgação na própria estrutura da RIT, já atrairia uma quantidade significativa de usuários.

    Ahhh, mas aí tiraria passageiros/clientes do executivo né?? Então melhor deixar quieto…

  • danilo bernardo

    tirando a linha de ônibus mais sem noção que eu vi que é a boqueirão/são josé que é uma linha direta que não tem nem 2 km, seria muito mais interessante uma linha direta ligando o terminal do afonsopena com o centro de Curitiba

Pular para a barra de ferramentas