Começou a operar nesta segunda-feira, 03 de abril de 2017, uma linha entre os municípios de Araucária e Curitiba, no Paraná. Trata-se da ligação H24-T.Angelica/T.Pinheirinho (Direto), que deve atender a 7 mil pessoas por dia.

As operações estão em ajustes e o esquema definitivo começa no dia 05 de abril.

O trajeto sem paradas entre os terminais Angélica e Pinheirinho foi possível após um acordo entre a Prefeitura de Araucária e a Comec – Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba, responsável pelo gerenciamento dos ônibus intermunicipais.

A prefeitura informou que será o poder público municipal o responsável por garantir os recursos financeiros para a manutenção da integração.

A administração também informou, em nota, que foi criada uma linha municipal para se integrar com a nova ligação metropolitana em substituição de uma linha direta que foi extinta:

Para facilitar o acesso dos moradores da região do Tupi, recentemente atingidos pela extinção da linha Tupi-Pinheirinho, à linha Angélica-Pinheirinho, a CMTC confirmou a implantação da linha Hortência-Angélica. Parte da frota desta nova linha do Triar terá ônibus articulados. Os primeiros ônibus da linha Hortência-Angélica saem do ponto das Costa e Silva. O trajeto inclui as Escolas municipais Balbina, Azuréa e Maria Aparecida, a UPA (Costeira), Avenida Manoel Ribas, Rua São Vicente de Paulo (passando próximo ao HMA) e segue pela Rodovia do Xisto e Avenida das Araucárias.

A Comec, por sua vez, diz em nota, que pode implantar novamente uma linha metropolitana a partir da região do bairro Tupi:

A Comec reitera sua disposição de implantar uma linha metropolitana que atenda a comunidade da região do bairro Tupi, desde que sanados os problemas da Prefeitura de Araucária/CMTC com a empresa Transtupi, bem como das negociações em andamento entre a Prefeitura de Araucária/CMTC com a concessionária que atende as suas linhas urbanas.

OUTRAS LINHAS:

A Comec, a Urbs – Urbanização de Curitiba S.A., responsável pelos transportes da capital paranaense, e prefeituras ao entorno de Curitiba estão reformulando a operação das linhas para que haja uma maior integração dos trajetos, sem necessidade de pagamento de mais de uma tarifa.

Quando o prefeito de Curitiba, Rafael Greca, se elegeu, prometeu juntamente com Governor do Estado, Beto Richa, concluir até julho deste ano o que classificou como reintegração da RIT – Rede Integrada de Transporte. Em 2015, houve a separação da gestão entre as linhas metropolitanas e as municipais da capital. Até então, todas eram de responsabilidade da Comec.

 

Fonte: Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

About The Author

Fundador do Site Ônibus de Curitiba. Admirador de ônibus e modais de transporte desde sempre. Para Diego tudo podia virar ônibus, desde brinquedos, bicicletas, vídeo-games de corrida e até mesmo carros. Quem nunca brincou de fazer linha com algum desses itens? Pois é, Diego sempre fez. Também é fã de tecnologia e gosta de conciliar ambos os gostos, mas nem por isso deixa de encantar-se com modelos clássicos, que não eram dotados de tanta tecnologia assim.

Related Posts

Pular para a barra de ferramentas