JC147 - prédio Água VerdeNo auge dos assuntos relacionados a primeira licitação do transporte público de Curitiba, uma polêmica surge. Boatos davam conta que a Auto Viação Água Verde havia sido vendida para a Expresso Azul. Depois de muito vai e vem o fato foi confirmado.

Mas durante o processo cogitou-se a possibilidade de negociação com uma das empresas do Grupo Gulin, que detém 60% do transporte da capital. Só que o negócio foi efetivamente concretizado com a empresa de Pinhais.

Ainda nesta negociação outro boato surgiu sobre a venda da empresa. Segundo comentários de funcionários da Água Verde, um dos sócios recusou a oferta da Expresso Azul, exigindo um valor acima do acertado. Ainda nos boatos, a Expresso Azul optou apenas pela aquisição do direito das linhas, deixando a frota de mais de 140 carros por conta da Água Verde.

Sábado, 06 de novembro de 2010 foi o último dia de operação da Auto Viação Água Verde no Transporte Coletivo de Curitiba. Os madrugueiros que operaram no dia 07 de novembro já sairam da garagem da Expresso Azul, selando o fim de uma empresa de 56 anos de história.

Acreditando em ainda poder reverter a aplicação da licitação, a Água Verde contestou judicialmente a licitação aplicada em Curitiba com argumento de que foi prejudicada, lesada e sem condições de participar por ter de inserir garantia financeira no certame.
Sua situação foi noticiada em veículos de comunicação da capital.

Portal Banda B:

“Tecnicamente a Expresso Azul assume as linhas no domingo, mas a Água Verde continua tentando se manter através desta liminar”, disse Olivir Nascimento, gerente da Viação Água Verde. Ele garantiu que mesmo a empresa sendo fechada, os funcionários receberão os salários e indenizações. “Já firmamos um compromisso no Tribunal do Trabalho garantindo que todos serão pagos, mesmo que a empresa seja fechada. Estamos orientando a todos os funcionários que façam seu cadastro na nova empresa para garantir seus empregos caso nossa ação jucial seja recusada pelo juiz”, afirmou Nascimento.

Para garantir que os funcionários não ficassem desempregados, a Água Verde recomendou que todos fossem realizar cadastro na Expresso Azul, pois ela precisaria de mão-de-obra preparada para o início da operação. Alguns dos funcionários da Água Verde procuraram outras empresas, visando trabalhar mais próximo de casa ou por julgar a garagem da nova empresa distante de sua casa.

O patrimônio da Água Verde permanece intacto mas com futuro incerto. O que já é realidade é a venda de seus ônibus. Boa parte da frota já foi vendida para empresas de ônibus de todo o Brasil e já podem ser encontrados operando em linhas regulares em diversas cidades do estado de Minas Gerais, São Paulo, Santa Catarina e até mesmo aqui no Paraná, como é o caso do Grupo Melissatur que adquiriu algumas unidades para operar nas linhas da região de Campo Largo.

Garantimos que durante todo o período em que a Auto Viação Água Verde esteve operante em Curitiba, tratou seus funcionários com igualdade, dignidade, respeito e consideração. Os usuários de suas linhas sempre puderam contar com veículos em bom estado de conservação, operadores atenciosos e dispostos. Com certeza as boas lembranças ficarão guardadas na memória de cada usuário, admiradores de ônibus, funcionários, diretores e sócios desta empresa de 56 anos.

Identidade

Logomarca até 2008

Logomarca a partir de 2008

Encontros

JC103 no Encontro Ônibus de CritibaA Auto Viação Água Verde patrocinou 2 de 4 encontros Ônibus de Curitiba. O 1º Encontro foi realizado no Parque Barigui, utilizando como sala de reuniões o saudoso Monobloco Mercedes Benz O371UP de prefixo JC103. O encontro reuniu admiradores de ônibus de Curitiba que se conheciam apenas virtualmente, para obter novas experiências, absorver conteúdo, trocar e apresentar materiais colecionáveis do hobby.
O ônibus foi conduzido pelo ex motorista e então técnico de segurança do trabalho da empresa, Aparecido Pinheiro.

JC103 no Encontro Ônibus de CritibaJC103 no Encontro Ônibus de Critiba

JR800O 3º encontro contou com um ônibus articulado, JR800, veículo adquirido exclusivamente para operar a linha Inter 2. A base do encontro foi a linha Inter 2, com isso o veículo realizou uma viagem pelo itinerário da linha, no sentido anti-horário.
A motorista Kellen de Oliveira, conhecida nas redes sociais como “a loira do verdão”, conduziu o veículo neste encontro.

JR800JR800

Lembranças

Busscar UrbanussJA003JA028JA033JR400JC122JC153JR106JL014JL018

 

 

 

 

 

 

Não tem aqui o que você queria saber? Entre em contato com a gente através do formulário abaixo e exponha sua dúvida ou sugestão. Mas não se preocupe, ainda falaremos muito mais sobre uma das melhores empresas de Ônibus que tivemos em Curitiba.


About The Author

Fundador do Site Ônibus de Curitiba. Admirador de ônibus e modais de transporte desde sempre. Para Diego tudo podia virar ônibus, desde brinquedos, bicicletas, vídeo-games de corrida e até mesmo carros. Quem nunca brincou de fazer linha com algum desses itens? Pois é, Diego sempre fez. Também é fã de tecnologia e gosta de conciliar ambos os gostos, mas nem por isso deixa de encantar-se com modelos clássicos, que não eram dotados de tanta tecnologia assim.

Related Posts

One Response

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.