Em 1990 entrou em operação a linha ProParque, que futuramente viria a se chamar Linha Turismo. Os ônibus do modelo jardineira fabricados pela montadora carioca Ciferal e montados em chassis OH da Mercedes-Benz, possuíam a cor verde com bancos de madeira iguais aos bancos de praças, com janelas panorâmicas em formato de arco.
Com saídas defronte ao Passeio Público no centro de Curitiba o objetivo da linha era percorrer alguns parques da cidade. 
 
 
Em 1994 a linha passou a ser denominada Volta ao Mundo, já com jardineiras diferenciadas equipadas com motores movidos a álcool apontando para um modal mais ecológico, com cores diferenciadas e imagens dos pontos turísticos impressos na laterais, bancos estofados e itens diferenciados visando atrair um público maior, objetivando percorrer as principais áreas de contexto ecológico, pontos turísticos, históricos e áreas de lazer da população.
 
 
Com saídas da Praça Tiradentes, em frente a catedral basílica, marco zero da capital, o percurso foi ampliado para 45 quilômetros, passando por 25 diferentes pontos de atração aos vistantes. A linha  passou a se chamar Linha Turismo e recebeu uma nova frota de ônibus na cor branca e montados pela encarroçadora gaúcha Comil sobre chassis Volkswagen.
 
 
Em 2007 a linha recebeu um novo e moderno atrativo, os ônibus Double Decker, de dois andares, montados pela encarroçadora catarinense Busscar, sobre chassis Mercedes-Benz, com 55 assentos no piso superior equipados com cintos de segurança de dois pontos, porta copos, porta folhetos e sistema de som para informar aos turistas os pontos turísticos do percurso em três idiomas, português, inglês e espanhol.
 
 
As unidades mais recentes da Linha Turismo  foram encarroçadas pela Marcopolo sobre chassis O-500M da Mercedes-Benz, um dos mais atraentes modelos a percorrer os mais belos pontos da cidade de Curitiba.
 

About The Author

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.