Curitiba está há 5 anos sem receber um novo ônibus em seu sistema de transporte coletivo urbano. Mas parece que as coisas vão melhorar neste ano para a cidade. Seguindo pelo mesmo caminho que a COMEC na região metropolitana, Curitiba comprou “novos ônibus” para renovar parte de sua frota com a vida útil vencida.

Com exclusividade do Ônibus de Curitiba, descobrimos que os ônibus novos são na verdade veículos semi-novos de origem alemã. Isso mesmo, Curitiba fechou um lote de aproximadamente 90 ônibus que circulavam em algumas cidades da Alemanha.

Os veículos com idade média de 5 anos, já foram substituídos por novos no país europeu e estavam à espera de novos compradores. As cidades menores da Alemanha ainda não sentiram a necessidade de recompor a sua frota, por isso, o lote estava há algum tempo aguardando compradores. Foi através desta oportunidade, que uma equipe da URBS viajou até Berlin para verificar a procedência e estado desses veículos. No espaço havia veículos de origem da própria cidade de Berlin, Hamburg, Aachen, Munich, Hanover e Frankfurt. Em conjunto com as empresas de ônibus, a cidade de Curitiba fechou um lote de 90 ônibus, sendo eles compostos por veículos padrons de 12m e 15m e articulados de 18 e 20 metros.

Os modelos adquiridos foram: Mercedes-Benz Citaro O-530 (facelift), Mercedes-Benz Citaro C2, MAN Lion City 12, 15 e 18 metros. Os anos de fabricação desses ônibus são de a partir de 2011 até 2015.

O lote de ônibus novos oriundos da Alemanha já estão próximos de desembarcarem no Brasil através do porto de Paranaguá. A previsão é que estes veículos estejam em Curitiba até o final da semana que vem.

Assim que chegarem à capital do Paraná, os ônibus passarão por pintura de acordo com a categoria a ser operada e adaptado ao sistema de bilhetagem local. Se toda a adaptação ocorrer como o esperado, esses veículos iniciarão operação a partir do dia 02 de maio. Está prevista a entrega desses veículos em solenidade no Parque Barigui, pelo prefeito Rafael Greca, no dia 28 de abril, a partir das 9h da manhã.

Demorou mas enfim chegou a hora de termos novos ônibus. Se não bastasse isso, eles são todos puros europeus, o que proporcionará muito mais conforto e segurança aos usuários e operadores do transporte coletivo. Parece que agora Curitiba finalmente poderá se sentir ainda mais como a capital européia do Brasil.


Se você chegou até aqui no final do artigo, provavelmente sentiu uma mistura de sentimentos, do tipo: eba, que alegria, novos ônibus! Epa, espera aí, isso parece uma pegadinha.
Sim, isso é uma pegadinha de primeiro de abril. Infelizmente ainda não há qualquer previsão de novos ônibus e muito menos ainda de origem européia. Mas não custa sonhar, não é mesmo? 😉 

About The Author

Fundador do Site Ônibus de Curitiba. Admirador de ônibus e modais de transporte desde sempre. Para Diego tudo podia virar ônibus, desde brinquedos, bicicletas, vídeo-games de corrida e até mesmo carros. Quem nunca brincou de fazer linha com algum desses itens? Pois é, Diego sempre fez. Também é fã de tecnologia e gosta de conciliar ambos os gostos, mas nem por isso deixa de encantar-se com modelos clássicos, que não eram dotados de tanta tecnologia assim.

Related Posts

3 Responses

  1. Denis Costa

    Não acho que Curitiba tenha evoluído no transporte, pelo contrário: mais uma decadência! Uma questão que deixo é se eles não fazem boa manutenção com carros brasileiros que tem uma vasta rede de autopeças intercambiáveis entre os modelos de carrocerias e motorizações existentes, será que farão boa manutenção em ônibus importados que nem se fabricam aqui em solo brasileiro (motor beleza, pois o Citaro OC-500 tem componentes do O-500M e O-500MA e o Lion City é da MAN que por sua vez tem fábrica no Brasil que produz os motores da linha de caminhões MAN e Volkswagen), mas as carrocerias como ficam, já que não são fabricadas por aqui?
    E quantos modelos bons e bonitos temos no Brasil como os novos Caio Millenium BRT, Mondego, Millenium IV, Marcopolo Viale BRT, Torino 2016, AMD Àlamo, Comil Svelto e Doppio, Mascarelo GranVia e GranVia BRT e mais adiante a Busscar que foi arrematada pela Caio que deve chegar com novidades.
    Conforto as encarroçadoras nacionais também oferecem, Curitiba e RMC que nunca implantaram os itens de conforto como ar condicionado, poltronas duplas dos dois lados e mais confortáveis do ônibus, circuito interno de câmeras nas portas para o motoristas verificar se tem passageiro embarcando ou desembarcando do ônibus, tudo isso está presente, no Rio de Janeiro no BRT deles tem essas coisas, em São Paulo também, Curitiba pra mudar só se tirar esses empresários do Grupo Gulin, Bertoldi e Zen do poder para o transporte evoluir por aqui.

    Responder
      • Denis Costa

        Vish….kkkkk Pior que vi, então me pergunto: pra que publicar uma mentira!? Esse negócio de dia da mentira é uma m….

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.